Associação Brasileira de Brangus
Login:   Senha:  
  história
  diretoria
  sócios
  técnicos
  interatividade
  fale conosco
  comunicados
  rank
  catálogo
  genealogia
  trocar a senha
  denúncias
             reclamações
  artigos técnicos
  Revista Brangus
  clima
  eventos
  notícias Brangus
  notícias RSS
  download
  fotos
  vídeos


Matéria atualizada 10/10/2018

Genética Brangus se consolida no Brasil e raça busca evoluir em qualidade de carne

Nesta terça, 09, o Giro do Boi recebeu em estúdio o vice-presidente da Associação Brasileira de Brangus, Carlos Eduardo do Valle, conhecido como Cadu. Ele deu sequência à série especial de entrevistas que o programa está fazendo sobre as principais raças de corte do Brasil voltadas para a produção de carne de qualidade através do cruzamento industrial.

A raça surgiu nos Estados Unidos por volta de 1912, com as primeiras experiências de cruzamento. No Brasil, o cruzamentos começaram a ser feitos na década de 1940, em Bagé-RS. A Associação Brasileira de Ibagé, o primeiro nome do Brangus, foi instituída em 1979 e ganhou seu atual nome em 1998.

Em 2017, a Brangus se destacou como a segunda raça britânica com maior comercialização de sêmen, com cerca de 350 mil doses vendidas, atrás somente do Aberdeen Angus. “O mercado está bom, existe muita procura. A qualidade da carne é o próximo passo que temos que dar”, afirmou Cadu.

O vice-presidente da associação enalteceu que o Brangus alia as qualidades do Angus para a carne, como maciez, suculência e marmoreio, com a rusticidade do Nelore, afinal, a raça pura, disse Cadu, não se desenvolve bem em ambientes tropicais, como os que são encontrados no Brasil sobretudo nas regiões mais acima do Sudeste.

Na entrevista, Cadu defendeu o cruzamento como ferramenta para melhoria da qualidade de carne. “Com isso nós vamos agregar valor. O mundo procura isso, é um degrau acima em preço porque o produto é diferenciado. Nós temos todas essas raças de cruzamento, todas excelentes, cada uma tem uma aptidão, mas todas buscam o mesmo sentido, a melhora da qualidade da carne”, destacou.

Clique aqui 
para ver a entrevista completa.
Você também pode conferir nas nossas páginas do Facebook ou no site do programa Giro do Boi.



Fonte: Giro do Boi


Mais Notícias
Cabanha São Bibiano fatura alto em Uruguaiana
Tradicional evento do criador Antonio Bastos Filho ofertou bovinos Angus e Brangus, além de cavalos Crioulos
Fêmeas Red Brangus puxam as vendas da São Rafael
Também foram ofertados em São Borja, RS, reprodutores de genética apurada das gerações 2016 e 17
Fêmeas puxam as vendas da Capanegra
Evento promovido por Fernando Dornelles Pons integrou a programação da Expofeira de Bagé
Cabanha Catanduva se despede da raça Angus
Leilão que liquidou o plantel faturou R$1,1 milhão e teve como animal mais valorizado um touro Brangus vendido por R$16,2 mil
Cabanha Umbu promove remate com Angus e Brangus
O criador Angelo Bastos Tellechea recebeu pecuaristas e convidados em sua fazenda em Uruguaiana
Espinilho e Soldera registra 100% de liquidez em Esteio
Negócios envolveram bovinos das raças Angus, Brangus, Hereford e Braford, além de gado comercial
Procura por fêmeas dá o tom da comercialização no leilão Selo Racial
Vaca Brangus com prêmios na Expointer e valorização de touro foram os destaques do remate realizado em Uruguaiana
Touros Brangus saem à média de R$ 13.354 em virtual
O criatório Brangus HP promoveu o pregão, que também contou com animais da Brangus do Sertão
Touros da raça brangus alcançam os maiores preços no leilão da GAP Genética
Considerado um dos principais remates da temporada de primavera, evento foi realizado neste domingo (22) em Uruguaiana, na Fronteira Oeste
 
 
Redes Sociais :
Rua Piratininga, 908 Jardim dos Estados
Campo Grande, MS - CEP: 79020-240 - Fone: (67) 3321-1316
developed by