Associação Brasileira de Brangus
Login:   Senha:  
  história
  diretoria
  sócios
  técnicos
  interatividade
  fale conosco
  comunicados
  rank
  catálogo
  genealogia
  trocar a senha
  denúncias
             reclamações
  artigos técnicos
  Revista Brangus
  clima
  eventos
  notícias Brangus
  notícias RSS
  download
  fotos
  vídeos


Matéria atualizada 14/01/2019

Paranaenses apostam na raça Brangus e comemoram resultados

Estado conta atualmente com um plantel de cerca de 6.735 mil exemplares registrados segundo a Associação Brasileira de Brangus

Criadores de bovinos de corte que estão apostando no Brangus colhem os resultados positivos desta decisão. No Estado do Paraná, conforme a superintendência de registro genealógico da Associação Brasileira de Brangus (ABB) o plantel é formado por cerca de 6.735 mil animais registrados. A perspectiva é que com os resultados comprovados, os números apresentem crescimento. No Brasil, entre 2015 e 2017, o número de animais registrados cresceu 10% conforme dados da entidade.

Antônio Figueiredo é criador da raça desde 2005, quando adquiriu uma fazenda no município de Realeza, onde havia um lote de cem vacas Brangus. Foi o primeiro contato com a raça e a impressão foi das melhores, tanto que a decisão foi de apostar na raça  imprimindo, então, um criterioso processo de seleção genética com ênfase na produção de embriões. “Nosso plantel atual é de 500 matrizes, com meta de crescimento anual de 10%, visando substituir, paulatinamente, o plantel comercial de outras duas propriedades, também localizadas na região Oeste do Paraná”, destaca.

Figueiredo salienta que a aposta na raça Brangus valeu a pena. “Comercializamos a média  de 80 touros por ano, através de um leilão de 35 animais, durante o Show Pecuário, realizado no mês de julho, na cidade de Cascavel, sendo o restante vendido diretamente  na fazenda”, observa.

A raça, que foi formada para unir a rusticidade das raças zebuínas com características do Angus, como a produção de carne de qualidade, tem entre suas vantagens os partos facilitados, altos pesos no momento da desmama e no sobreano, grande ganho de peso, tanto em pasto como em confinamento, fêmeas de reposição com puberdade precoce, enxertando aos 15 meses, e ainda oferece uma carne suculenta e macia, que atende aos mais exigentes paladares.

Foto: Cabanha Boitata
Texto: Nestor Tipa Júnior/AgroEffective


Mais Notícias
Cabanha São Bibiano fatura alto em Uruguaiana
Tradicional evento do criador Antonio Bastos Filho ofertou bovinos Angus e Brangus, além de cavalos Crioulos
Fêmeas Red Brangus puxam as vendas da São Rafael
Também foram ofertados em São Borja, RS, reprodutores de genética apurada das gerações 2016 e 17
Fêmeas puxam as vendas da Capanegra
Evento promovido por Fernando Dornelles Pons integrou a programação da Expofeira de Bagé
Cabanha Catanduva se despede da raça Angus
Leilão que liquidou o plantel faturou R$1,1 milhão e teve como animal mais valorizado um touro Brangus vendido por R$16,2 mil
Cabanha Umbu promove remate com Angus e Brangus
O criador Angelo Bastos Tellechea recebeu pecuaristas e convidados em sua fazenda em Uruguaiana
Espinilho e Soldera registra 100% de liquidez em Esteio
Negócios envolveram bovinos das raças Angus, Brangus, Hereford e Braford, além de gado comercial
Procura por fêmeas dá o tom da comercialização no leilão Selo Racial
Vaca Brangus com prêmios na Expointer e valorização de touro foram os destaques do remate realizado em Uruguaiana
Touros Brangus saem à média de R$ 13.354 em virtual
O criatório Brangus HP promoveu o pregão, que também contou com animais da Brangus do Sertão
Touros da raça brangus alcançam os maiores preços no leilão da GAP Genética
Considerado um dos principais remates da temporada de primavera, evento foi realizado neste domingo (22) em Uruguaiana, na Fronteira Oeste
 
 
Redes Sociais :
Rua Piratininga, 908 Jardim dos Estados
Campo Grande, MS - CEP: 79020-240 - Fone: (67) 3321-1316
developed by